Área restrita para assinante do CLUBE CORREIO FRATERNO.



  • Narrow screen resolution
  • Wide screen resolution
  • Auto width resolution
Assinante do CLUBE

Assinaturas

assine_correio

Enquete

Você assina algum jornal ou revista espíritas?
 

Saiu no Correio


selo-50anos

 

Espaço do Leitor


Saiba
aqui como publicar seus textos no Correio Fraterno

 

Livro de Visitas

 

livro-de-visitas

Passatempo

Confira as respostas do  passatempo do jornal

Newsletter

Cadastre-se e receba as principais notícias

Campanha SORRIA

sorria_e_compartilhe_alegria

Home Nossas Seções Direto ao ponto Festa sem o homengeado
Festa sem o homengeado PDF Imprimir E-mail

Por Umberto Fabbri

As festas de final de ano trazem sempre certo encantamento. Aguardamos os presentes, reunimos a família e os amigos em torno de uma mesa farta. Enfeitamos as casas e as ruas e ficamos na expectativa do novo ano que está para começar, que, sempre esperamos, nos traga dias melhores. Assim é o Natal na maioria das casas em que se comemora o nascimento de Jesus.
Fico imaginando o olhar do mestre observando nossas ações e atitudes nessa data em que supostamente deveríamos tê-lo mais presente em nossos corações, onde deveríamos comemorar seu aniversário como o de um irmão mais velho, dedicado, que está sempre nos ajudando nos momentos mais difíceis de nossas vidas, que tanto fez, faz e fará por cada um de nós.
Sempre que um familiar ou amigo querido faz aniversário, nos preocupamos em agradá-lo, em surpreendê-lo. Tentamos descobrir seus desejos para presenteá-lo com algo que lhe agrade. Reunimos as pessoas para mostrarmos nosso carinho, admiração e gratidão por fazer parte de nossa vida, de nossa história.
Mas com Jesus não é bem isto o que ocorre. Vivemos ainda o mundo das aparências, das ilusões; Jesus, de fato, ainda está fora de sua própria festa de aniversário.
O que poderíamos fazer para que ele estivesse realmente entre nós, para demonstrar por ele o nosso carinho? Seria dar presentes caros ou estar mais presentes, mais próximos de nossa família e das pessoas que amamos? Preparar uma mesa farta de alimentos ou buscar mais o alimento espiritual? Enfeitar a casa, as ruas ou adornar nossos pensamentos, atitudes e palavras com a amizade, a simpatia, a boa vontade? Aguardar que uma data no calendário mude nossa vida, ou trabalhar, transformando-nos, para que efetivamente semeando o bem colhamos o bem?
Estamos desatentos para o outro e suas necessidades. Nosso egoísmo ainda não nos permite baixar as armas. Defendemos nossos interesses, despreocupados com o sentimento alheio.
Conforme encontramos no O evangelho segundo o espiritismo, o presente mais agradável a Deus é que vivamos em paz com nossos irmãos, perdoando, retirando de nossos corações a mágoa, o ódio, a má querença. Com certeza, com Jesus não é diferente.
Quer presentear Jesus? Perdoe, compreenda, seja mais paciente, coloque-se no lugar do outro, busque entender seus sentimentos. Se o outro ainda não está pronto para fazer o mesmo, não importa, faça sua parte. Dê o seu melhor e não espere retribuição, ela virá de Deus, da vida.
Emmanuel no livro Pão nosso, lição 138, nos diz: "Quando Jesus penetra o coração de um homem, converte-o em testemunho vivo do bem e manda-o a evangelizar os seus irmãos com a própria vida e, quando um homem alcança Jesus, não se detém, pura e simplesmente, na estação das palavras brilhantes, mas vive de acordo com o mestre, exemplificando o trabalho e o amor que iluminam a vida, a fim de que a glória da cruz se não faça vã".
Desejamos a todos um Feliz Natal com Jesus. Que possamos crescer para alcançá-lo e com ele comemorar o seu aniversário, refletindo em nossos semelhantes o seu amor, através de nossas atitudes.

 

Profissional de marketing, Umberto é orador e escritor brasileiro, morando atualmente na Flórida, EUA. Acaba de lançar o livro O traficante, ditado por Jair dos Santos (Correio Fraterno).

 

Publicado no jornal Correio Fraterno, edição 460 - novembro/dezembro 2014

 

Conheça os livros da editora

correio fraterno 

 

carrinho

LANÇAMENTO

ex lio

J.W.Rochester revela com sua reconhecida veia literária os bastidores das paixões que rondam a vida de ciganos e saltimbancos no início da Era Moderna. Tudo gira em torno do Grand Circo Monteverdi, onde Rosalva viverá inesquecíveis desafios.

 

 

 

 Autora: Arandi Gomes Teixeira

Espírito J.W. Rochester

 

ISBN: 978-85-98563-97-8
16x23 cm
  496 páginas

 

R$ 39,90


 

Correio nas redes sociais


issuu-logocute-twitter-logo

logo-youtube

facebook