Área restrita para assinante do CLUBE CORREIO FRATERNO.



  • Narrow screen resolution
  • Wide screen resolution
  • Auto width resolution
Assinante do CLUBE

Assinaturas

assine_correio

Enquete

Você assina algum jornal ou revista espíritas?
 

Saiu no Correio


selo-50anos

 

Espaço do Leitor


Saiba
aqui como publicar seus textos no Correio Fraterno

 

Livro de Visitas

 

livro-de-visitas

Passatempo

Confira as respostas do  passatempo do jornal

Newsletter

Cadastre-se e receba as principais notícias

Campanha SORRIA

sorria_e_compartilhe_alegria

Home Nossas Seções Humor Humildade e o dinheiro
Humildade e o dinheiro PDF Imprimir E-mail

laurinha462Por Tatiana Benites

Laurinha pergunta a seu pai:
– Pai, por que a gente trabalha tanto quando cresce?
– Para ganhar dinheiro para comprar as coisas em casa, para poder comer e pagar as contas...
– Você gosta de trabalhar?
– Eu gosto, porque eu faço o que me deixa feliz.
– E por que tem gente que só reclama de trabalhar?
– Talvez porque não trabalhe com o que goste.
– Uai, mas por que é que continua, se não gosta?
– Às vezes é porque não arrumou coisa melhor.
– Eu não consigo entender. Temos que estudar tanto para se preparar para uma profissão, pra depois chegar lá na frente e correr o risco de gostar.
– Laurinha, mas a vida traz muitas chances de a gente experimentar e ver do que gosta.
– É a gente que escolhe onde quer trabalhar?
– Muitas vezes procuramos o lugar, nos cadastramos, conversamos. Depois a empresa decide se somos a pessoa que procuram para o trabalho.
– Não entendo porque temos que trabalhar tanto, se aprendemos que temos que ser humildes.
– O que está te incomodando, filha?
– Estava fazendo as contas e terei que estudar mais de 10 anos para trabalhar em algum lugar. E se eu não gostar do trabalho, vou achar muita maldade.
– É só saber do que gosta de fazer, trabalhar com amor e isso lhe trará felicidade.
– Pensando bem, acho que ser adulto dá trabalho.
– Sim, dá muito trabalho, mas é muito bom. É o nosso progresso se fazendo nesta vida, filha.
– Pai, mas humildade não significa viver com menos dinheiro?
– Não, filha. Ser humilde é sentir-se igual aos outros, nem melhor nem pior, e também reconhecer em si o que precisa ser melhorado.
– Posso ser humilde e rica?
– Sim, claro!
A mãe de Laurinha que só ouvia a conversa diz:
– Mas para ganhar dinheiro e ficar rica é preciso estudar. Vamos, Laurinha! Você tem trabalhos e lição para fazer!
Laurinha resmunga:
– Poxa , mãe, estamos falando de humildade!
– Eu também... Reconhecer o que precisa melhorar!!!!
– Mãe, eu falei HUMILDADE e não Ô MALDADE!! ¬ – Laurinha se levanta e vê que precisa mesmo é fazer o dever.

 

No livro Tem espíritos no banheiro? e Tem espíritos embaixo da cama?, de autoria de Tatiana Benites, você encontra outras aventuras de Laurinha (Ed Correio Fraterno)

 

Publicado no jornal Correio Fraterno, edição 462 - março/abril 2015

 

 

 

Conheça os livros da editora

correio fraterno 

 

carrinho

LANÇAMENTO

ex lio

J.W.Rochester revela com sua reconhecida veia literária os bastidores das paixões que rondam a vida de ciganos e saltimbancos no início da Era Moderna. Tudo gira em torno do Grand Circo Monteverdi, onde Rosalva viverá inesquecíveis desafios.

 

 

 

 Autora: Arandi Gomes Teixeira

Espírito J.W. Rochester

 

ISBN: 978-85-98563-97-8
16x23 cm
  496 páginas

 

R$ 39,90


 

Correio nas redes sociais


issuu-logocute-twitter-logo

logo-youtube

facebook