Área restrita para assinante do CLUBE CORREIO FRATERNO.



  • Narrow screen resolution
  • Wide screen resolution
  • Auto width resolution
Assinante do CLUBE

Assinaturas

assine_correio

Enquete

Você assina algum jornal ou revista espíritas?
 

Saiu no Correio


selo-50anos

 

Espaço do Leitor


Saiba
aqui como publicar seus textos no Correio Fraterno

 

Livro de Visitas

 

livro-de-visitas

Passatempo

Confira as respostas do  passatempo do jornal

Newsletter

Cadastre-se e receba as principais notícias

Campanha SORRIA

sorria_e_compartilhe_alegria

Home Nossas Seções Direto ao ponto O céu e a Terra passarão...
O céu e a Terra passarão... PDF Imprimir E-mail

ceu-terraPor Umberto Fabbri

Os ensinamentos e apontamentos de Jesus são tão profundos e abrangentes que uma simples frase sua pode nos levar a várias reflexões. Quando Matheus (24:35) nos diz que o céu e a Terra passarão, temos um exemplo de sua incrível capacidade de resumir grandes verdades em poucas palavras.
Além do contexto já amplamente discutido e conhecido sobre acontecimentos futuros pelos quais a Humanidade passaria na questão de guerras, dores e sofrimentos, podemos observar ainda o seu alerta sobre a temporalidade da vida, onde nenhuma circunstância material é definitiva.
Ensina-nos Jesus que somente suas palavras, que resumem a grande verdade da vida, o amor, ficariam. O céu e a Terra significariam o cenário de nossas encarnações, onde somente o ator, ou espírito sobrevive, todo o restante se transforma.
A vida é dinâmica e as mudanças, às quais quase sempre resistimos, são necessárias para nossa evolução, que somente se dará com novas vivências. A própria reencarnação está baseada neste processo.
O grande desafio é o de nos desapegarmos do conhecido, do confortável, de situações que dominamos ou desejamos e até mesmo de quem amamos. No decorrer de nossa imortalidade mudaremos de corpo, de nacionalidade, de sexo, de agregação familiar, de condição social, cultural, financeira e religiosa, e todas estas mudanças e transformações visam pura e tão somente nosso crescimento e amadurecimento espiritual.
Destruindo e reconstruindo a exterioridade, fundamentamos nossa interioridade.
A parte teórica do desapego é lógica, razoável e compreensível, mas quando partimos para a parte prática, percebemos que mudar, ou aceitar que parte de nossas vidas se transforme, não é um processo simples e muitas vezes nada fácil.
Quantas pessoas adoecem pela não aceitação das alterações comuns da vida, como o envelhecimento e suas consequências naturais? Ou mesmo a partida dos filhos que precisam construir sua própria vida?
A perda do poder, do dinheiro, da beleza ou ainda a separação física dos afetos constituem grandes provas e cedo ou tarde, nesta ou em outra existência, todos nós passaremos por estas situações, entretanto o mundo íntimo edificado por nosso esforço e trabalho se manterá, melhorando sempre por meio destas mesmas temidas mudanças.
Erramos em acreditar que nossas raízes ou estabilidade estão alicerçadas na materialidade, fora de nós, pois, na verdade, o reino de Deus, segundo Jesus, está dentro de cada criatura, e é nele que realmente habitamos, no mundo íntimo que construímos, e esta será nossa morada efetiva.
A conscientização da transitoriedade dos bens transferíveis que nos rodeiam garante nossa saúde emocional. Com este processo educacional, A lei divina, assim, nos incentiva a valorizar nossas conquistas íntimas e intransferíveis, nossos verdadeiros tesouros.
Certa feita um mentor nos elucidou que Deus deu ao homem o Universo a conquistar, a conhecer, mas na maioria das vezes ele perde grande parte de sua existência tomando conta e tentando possuir um único grão de areia desta grande imensidão.
Dentro destas experiências é imprescindível a fé raciocinada, que fortalece, motiva e encoraja as superações necessárias. Sempre importante relembrar que somos os filhos amados do Criador, que tudo pelo que passamos é fruto de sua misericórdia e amor.
Relembrando nosso querido Chico, tudo passa...

 

Profissional de Marketing, Umberto é orador e escritor brasileiro, morando atualmente na Flórida, EUA. Acaba de lançar o livro O traficante, ditado pelo espírito Jair dos Santos (Correio Fraterno).

 

Publicado no jornal Correio Fraterno - edição 464 julho/agosto 2015

 

Conheça os livros da editora

correio fraterno 

 

carrinho

LANÇAMENTO

ex lio

J.W.Rochester revela com sua reconhecida veia literária os bastidores das paixões que rondam a vida de ciganos e saltimbancos no início da Era Moderna. Tudo gira em torno do Grand Circo Monteverdi, onde Rosalva viverá inesquecíveis desafios.

 

 

 

 Autora: Arandi Gomes Teixeira

Espírito J.W. Rochester

 

ISBN: 978-85-98563-97-8
16x23 cm
  496 páginas

 

R$ 39,90


 

Correio nas redes sociais


issuu-logocute-twitter-logo

logo-youtube

facebook